Tendencias Inverno 2016 – Franjas e sua história!

A maioria das pessoas pensam que a Moda é algo fútil. O que a maioria não sabe é que por trás de cada tendencia tem algo histórico e com as Franjas, tendencia do inverno 2016, não poderia ser diferente! Venha conhecer a origem histórica dessa tendencia e saber como usar em cada estilo que também tem história!!!

A primeira Franja mencionada na história!

O primeiro registro conhecido que fala sobre franjas em roupas é na Bíblia, sim no relato do livro de Números 15:39: ‘Vocês devem ter essas franjas nas suas roupas para que, ao vê-las, se lembrem de todos os mandamentos de Jeová e lhes obedeçam...” (Tradução do Novo Mundo da Biblia Sagrada -Revisão 2015 – Online). Deus ordenou aos israelitas, através de Moisés, que fizessem franjas nas abas das suas vestes, com um cordel azul por cima da franja. Isto parece ter sido uma peculiaridade da vestimenta dos israelitas hebreus e fornecia um lembrete visual de que deviam obedecer aos mandamentos de Deus.

O uso das Franjas!

As tribos indígenas americanas das planícies e em outros lugares há muito criou roupas com franjas, que serviu como uma espécie de calha que escoava, por assim dizer, a água da chuva das roupas. As franjas eram colocadas nas laterais ou bordas das roupas em forma de arrestas, fios pendurados, cordoes ou tiras em vestimentas que eram feitas de couro ou camurça.

Além dos índios, os homens que viviam em montanhas, que eram ótimos caçadores, faziam grande uso de roupas de camurça com franjas pois além de ajudar a aquecer e drenar a água da chuva , também serviam para prender ou ajustar alguma coisa em uma emergência. Esse tipo de vestimenta eles adotaram dos índios nativos americanos visto que tinham bastante contato entre si, muitos homens da montanha chegavam a se casar com mulheres indígenas.

 

A Franja na Moda!

A primeira vez que as franjas apareceram no cenário da moda como enfeite decorativo foi nos Estados Unidos juntamente com o Charleston na década de 20. Na época Coco Chanel, na França, influenciada pelo movimento da Boemia que caracterizava a despreocupação com relação a bens materiais e às normas, lançava a moda dos vestidos mais leves, sem cintura marcada livrando as mulheres assim dos apertadíssimos corsets e das longas e armadas anáguas ou saiotes. De repente, as saias levantou-se acima do joelho, pela primeira vez na história ocidental, e a franja foi usado para adicionar um pouco de comprimento para os estilos ousados.

Quando  a dança charleston começou a fazer sucesso, os vestidos de franjas eram os ideais para este tipo de dança muito movimentada pois ajudava a dar movimento aos passos e logo os vestidos de franjas caiu nas graças principalmente das dançarinas de charleston que dançavam em cabarés até as grandes damas que dançavam em seus luxuosos clubes noturnos.

Dada a natureza do Charleston, era essencial que a dançarina tivesse
as pernas tão livres quanto possível. 
 As melindrosas começaram a usar
vestidos muito mais curtos com saias franjadas ou em flâmulas, que davam
a ilusão de comprimento, e o elegante estilo tubular, que Se movia com a dançarina. Outra dança, shimmy, introduziu vestidos com
camadas de franjas que tremiam com elas.”
( livro História da Moda)

Moda das franjas e a dança

Foto de 1920 de dançarinos de Charleston

 

Nessa mesma época o corte de cabelo usado era aquele usado pela Coco Chanel, o “la garçonne“, que hoje conhecemos como corte Chanel. Nessa época também, através de Coco Chanel, surgiram os chapéis Cloche.

 

 

 

As Franjas e os Cowboys!

Ao fazer uma longa pesquisa sobre a história das franjas em roupas de cowboy descobri que na verdade elas não existiam, o que as vezes usavam com franjas mas não era comum era uma peça em couro por cima da calça que protegia a calça da chuva e também contra picada de cobras ou outros insetos peçonhentos. Os cowboys ou vaqueiros, usavam roupas velhas usadas na guerra e a peça mais popular era o jeans que foi desenvolvido exclusivamente para a guerra visto que era durável. Eles usavam também capas de chuva de lona usados na guerra e em ocasiões especiais usavam um casaco de couro de pele.  A maioria serviram o exercito mesmo sendo apenas rancheiros ou fazendeiros e quando voltavam para casa usavam aquilo que possuíam.

1280px-The_Cow_Boy_1888
Foto de 1888 mostrando um tipico cowboy.

 

Mas de onde surgiram então roupas de cowboy com franjas??? Bem, quem lançou essa moda foram os filmes de Faroeste de Hollywood como Buffalo Bill, onde mostrava caçadores de índios usando roupa com franjas ou os faroeste dirigidos na fronteira com o México os cowboys usavam ponchos com franjas. Em outros tipos de Faroeste é possível ver cowboys, pistoleiros e xerifes que usavam a vestimenta própria, sem franjas.

As Franjas e o movimento hippie!

Em 1960 o uso de franja nativo americano era uma conseqüência do movimento hippie, um movimento de juventude que salientou a rejeição dos valores tradicionais e uma flexibilização das normas de moralidade e conduta pessoal. O movimento teve um enorme impacto na sociedade. Os jovens americanos da época eram muito interessados em direitos civis. Os ganhos políticos assumidos pelos afro-americanos no início da década havia estimulado o interesse no sofrimento dos outros grupos minoritários oprimidos, incluindo os nativos americanos . Vestir peças com franjas tornou-se uma forma de mostrar simpatia pela causa indígena!

Em meados dos anos 70, o movimento hippie perdeu força nos Estados Unidos e a franja saiu de moda mas foi quando o movimento ganhou força no Brasil e a franja virou moda aqui.

 

O-Movimento-Hippie_
Festival de Woodstock, 1969.
O uso de franjas no estilo hippie
Atores do filme Hair

 

Em 1969, o filme Easy Rider-Sem Destino  ajudou a popularizar a franja como uma declaração de moda. O conto de dois andarilhos que “desistiu” da sociedade, e viviam uma vida influenciada pelo movimento hippie e eram a favor dos direitos civis. Vestiam de maneira simples e tendo como peça principal a jaqueta de camurça com franjas, o que causava um grande efeito de movimento quando andavam de moto. Os atores protagonistas do filme eram Peter Fonda e Dennis Hopper.

easyrider
Denis Hopper em Easy Rider – Sem Destino, 1969.

No próximo post veremos exatamente o uso de franjas nos estilos da moda!!!

E aí, o que acharam da história ?

Fontes: Ickeringill, Nan. “We’re Stealing from the Indians, Again.” New York Times (July 22, 1968): 38.
“The Indian Style.” Look (October 20, 1970): 42–49.
Klemesrud, Judy. “Fighting a War on Behalf of Indians.” New York Times (October 24, 1970): 20.
Nemet-Nejat, Karen Rhea.Daily Life in Ancient Mesopotamia.Westport, CT:GreenwoodPress, 1998.
Payne, Blanche.History of Costume: From the Ancient Egyptians to the Twentieth Century.New York: Harper and Row, 1965.
[See alsoVolume 3,Nineteenth Century: American Cowboy box on p. 614;Volume 5,1961–79: Fringe]
Read more:http://www.fashionencyclopedia.com/fashion_costume_culture/The-Ancient-World-Mesopotamia/Fringe.html#ixzz48jsOBrVC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s